APRESENTAÇÃO | PORQUE Existimos

Partilhar alegria

Aí pelas décadas de 1960 e 1970, quando o rádio, na mesinha de cabeceira, encurtava as noites escuras e frias do inverno – a televisão vinha longe e a Internet nem dos sonhos fazia parte –, outro divertimento era um regalo antes do João Pestana chegar.

Quando meu pai, condescendente, “contava um conto”, essa era a hora mais feliz do dia!

Entre tantas histórias, umas inventadas e outras verdadeiras mas com pormenores fantásticos, a de um cavalo com uma “estrela”, “calçado” de branco numa pata, que corria muito, era a favorita.

O sonho começou assim! Depois foi alimentado em cima do “Chico Bondoso”, um burro do meu vizinho Manuel Gomes de Faria (Manuel da Atafona), em inesquecíveis manhãs de verão partilhadas com meu irmão. E continuou no desejo, nunca concretizado, de montar uma égua preta linda que fez parte da nossa “lavoura”.

O “Tibério”, um garrano inteiro que não seria muito diferente do tal cavalo “calçado”, proporcionou-me, mais tarde, experiências inolvidáveis e também alguns sustos.

Os anos passaram, o imaginário não se tornava realidade, até que a “Estrela” se cruzou no meu caminho. Em 1994, em Castelo Branco, construí uma boxe para a minha primeira égua, numa velha atafona junto à casa dos meus avós.

Depois vieram outros cavalos, éguas, poldros, poldras e burras…

Esta pequena história explica a razão mais remota da existência de BELO CAMPO.

Em 2014, com a Cláudia e com o João, iniciei o desenvolvimento de um projeto de vida no campo, na propriedade que pertenceu aos meus avós maternos, cujo chão piso com um sentimento que me transporta para tempos de alegria.

É esse sentimento de alegria que queremos partilhar!

José Manuel Souto Gonçalves

APRESENTAÇÃO
QUEM Somos
O QUE Oferecemos
| ONDE Estamos
QUANDO Funcionamos
COMO Fazemos
PORQUE Existimos



O "Tibério" montado pelo Souto

Sem comentários:

Enviar um comentário